Nelson Costa / vasco.com.br
Nelson Costa / vasco.com.br

Zé Ricardo diz que conversa com família pesou em permanência no Vasco

Treinador recebeu uma tentadora proposta do Al Ahli, dos Emirados Árabes, mas optou por seguir no Rio

Estadão Conteúdo

26 de fevereiro de 2018 | 11h50

Horas antes da derrota do time reserva do Vasco para a Portuguesa-RJ por 1 a 0, pela Taça Rio, a diretoria do time cruzmaltino divulgou uma nota oficial para informar que havia acertado a permanência do técnico Zé Ricardo.

+ Zé Ricardo recusa proposta e Vasco confirma permanência do treinador

O treinador recebeu uma tentadora proposta do Al Ahli, dos Emirados Árabes, mas optou por seguir no Rio de Janeiro. Após a partida, Zé Ricardo justificou a permanência no clube.

"Recebi a proposta, comuniquei ao presidente e fiquei de dar uma resposta no fim de semana, antes do jogo. Cumpri esse acordo. É lógico que temos que avaliar os prós e os contras quando se recebe uma proposta como essa", comentou.

O treinador admitiu ter ficado balançado com a oferta árabe e que pensou bastante antes do tomar uma decisão. "Fiz isso junto com a minha família, com pessoas próximas, e resolvi seguir no projeto do Vasco. É lógico que esse cargo tem instabilidade, mas tomei a decisão porque acredito no grupo, no trabalho, na torcida, no presidente e na diretoria. Agora é ficar nas competições e colocar o Vasco nas melhores colocações", prosseguiu.

Nem o Vasco nem Zé Ricardo revelaram os valores oferecidos nesta nova proposta de permanência. O treinador está no clube carioca desde agosto do ano passado e ajudou o time a garantir vaga na fase de grupos da Libertadores, após eliminar Universidad de Concepción e Jorge Wilstermann no mata-mata.

No entanto, em sua estreia na Taça Rio, o Vasco perdeu para a Portuguesa. Zé Ricardo minimizou o tropeço e explicou a decisão de escalar os reservas. "Estou muito ciente dessa decisão que tomei. Tentei dar um ritmo aos jogadores que não estavam jogando", informou.

"Faz parte do nosso planejamento, até porque precisamos entender o elenco e ver o que cada um pode render. Os torcedores ficam chateados, assim como nós e os jogadores, mas faz parte, sabíamos que poderia acontecer. O Carioca é uma competição importante e vamos trabalhar para chegar nas finais", prosseguiu Zé Ricardo.

O Vasco volta a campo pela Taça Rio na próxima quinta-feira, às 19h30, quando receberá o Macaé, em jogo adiado da primeira rodada. Zé Ricardo tentará somar os primeiros pontos na tabela e, assim, colocar o time na zona de classificação para as semifinais.

No Grupo B, onde está o Vasco, apenas dois times pontuaram após duas rodadas. O Flamengo é o líder, com três pontos, e o Bangu tem um. Isso acontece porque no segundo turno do Carioca, as equipes de uma chave enfrentam as da outra chave.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.