Paulo Fernandes/Vasco
Paulo Fernandes/Vasco

Zé Ricardo exalta atitude do Vasco em vitória e pede que equipe 'mantenha ritmo'

Resultado positivo contra o Botafogo faz o cruzmaltino chegar aos 39 pontos no Brasileirão

Estadão Conteúdo

15 Outubro 2017 | 10h02

O Vasco voltou a vencer no Campeonato Brasileiro ao fazer 1 a 0 no clássico diante do Botafogo, no último sábado, no Maracanã. Em um confronto bastante equilibrado, Nenê, de fora da área, definiu o triunfo em favor do time cruzmaltino e manteve vivo o sonho de ir à Libertadores. Afinal, a equipe subiu para 39 pontos e ocupa no momento a oitava colocação.

+ Tabela do Campeonato Brasileiro 2017

"Foi um resultado fundamental para nós. Gostei bastante da postura do nosso time até os 15 primeiros minutos", declarou o técnico Zé Ricardo. "O que marcou esse jogo foi o empenho do nosso grupo, que, desde o início, incluindo a preleção e o aquecimento, estava muito mobilizado para fazer uma grande partida."

Apesar dos elogios, o próprio treinador admitiu que o Vasco oscilou demais na partida. "A ideia era realmente começar o jogo tentando marcar forte a equipe do Botafogo, para depois fazer uma marcação um pouco mais baixa. O problema é que quando a gente abaixou, acabou entregando muito espaço na primeira e na segunda linha, deixando a linha defensiva muito exposta. O Botafogo foi superior no decorrer do primeiro tempo, mas corrigimos no intervalo."

Oscilante ou não, o fato é que o Vasco se tornou mais consistente desde a chegada de Zé Ricardo, principalmente na defesa. No sábado, o time passou mais um jogo sem ser vazado. Por isso, independentemente da questão técnica e tática, o que o técnico exige é que seus comandados mantenham a atitude para as próximas partidas.

"Qualquer vitória dentro do Campeonato Brasileiro é importante, uma sequência de vitórias, então, joga qualquer equipe para cima. Com a gente, não foi diferente. Agora, temos que tentar manter o ritmo. É muito difícil, pois todos os jogos possuem um grau grande de dificuldade muito grande, ainda mais agora que a competição está chegando na sua reta final. Se a gente não tivesse demonstrado o empenho que demonstramos hoje, certamente sairíamos daqui derrotados", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.