Vítor Silva / SS Press / Botafogo
Vítor Silva / SS Press / Botafogo

Zé Ricardo faz mistério e cobra 'equilíbrio' para estreia do Botafogo

Equipe alvinegra enfrenta o Defensa y Justicia nesta quarta-feira, no Engenhão

Redação, Estadão Conteúdo

05 Fevereiro 2019 | 19h07

O técnico Zé Ricardo fez mistério e não deu pistas da escalação do Botafogo para a estreia na Copa Sul-Americana. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, o comandante alvinegro explicou que só vai divulgar o time que entra em campo momentos antes de encarar o Defensa y Justicia na quarta, às 21h30, no Engenhão.

"As definições, vou deixar para revelar após nossa chegada ao estádio amanhã. Temos feito algumas observações, para a gente é importante mantê-las até o fim. Temos dúvidas de quem começará amanhã, mas é certo que alguns voltam", declarou o treinador.

Após um início complicado na temporada e já eliminado na primeira fase da Taça Guanabara, Zé Ricardo aproveitou o confronto diante do Boavista no domingo para realizar testes. E a equipe correspondeu, ao derrotar o adversário por 3 a 0, o que ampliou as dúvidas para esta quarta.

"Precisamos de uma equipe equilibrada, vamos pegar um time que manteve a base nos últimos anos. Vamos jogar de forma equilibrada para conseguir nosso placar", comentou. "Precisamos dar nosso máximo. Acho que a gente tem que ter em mente que é uma competição em que o gol fora de casa vale muito."

Justamente pensando no valor do gol fora de casa, Zé Ricardo deu a entender que pode levar a campo uma equipe mais precavida, como diante do Boavista, quando atuou com três volantes. "A gente optou por fazer uma avaliação. Em boa parte do tempo contra o Boavista, deu certo. Temos uma forma mais enraizada de jogar e, por necessidade, tomamos outra decisão."

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebolBotafogoZé Ricardo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.