Vitor Silva/SS Press/BFR
Vitor Silva/SS Press/BFR

Zé Ricardo fecha primeiro treino no Botafogo e tem conversa com jogadores

Elenco se prepara para enfrentar o Paraná no domingo, em Curitiba, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro

Estadão Conteúdo

07 Agosto 2018 | 15h01

O técnico Zé Ricardo realizou nesta terça-feira o primeiro trabalho à frente do Botafogo. Ele fechou o treino para os jornalistas e realizou uma atividade física e tática no campo anexo ao estádio do Engenhão. Antes, teve uma conversa com os jogadores e explicou um pouco seu estilo de trabalho.

+ Zé Ricardo exalta Botafogo 'mundialmente conhecido' e minimiza passado em rivais

O lateral-direito Marcinho deu a primeira impressão sobre o novo treinador. "Ele é um profissional muito qualificado, já tinha jogado contra na base e já conheço um pouco do trabalho dele. Sempre montou times difíceis de enfrentar. A primeira impressão foi de um treino muito intenso, muito tático e acho que tem tudo para render bons frutos ao Botafogo", disse.

O elenco se prepara para enfrentar o Paraná no domingo, em Curitiba, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Segundo Marcinho, o treinador falou em tentar já nesta primeira semana dar um estilo de jogo para a equipe. "Nesse primeiro papo que tivemos ele falou justamente sobre a estratégia a cada jogo, uma maneira de se posicionar, uma zona para pressionar, e já estamos treinando isso para enfrentar o Paraná, uma zona de marcação intermediária e acho que vai ser bem importante para esse jogo que precisamos sair com a vitória", contou.

O Botafogo vem de empate sem gols com o Santos no Engenhão e atualmente ocupa o 11º lugar na tabela, com 21 pontos, a quatro da zona de rebaixamento. No último duelo, o time carioca reclamou bastante do árbitro da partida, que invalidou um gol legal da equipe no fim da partida. Marcinho evitou lamentar o resultado em casa e destacou que os jogadores já demonstraram uma nova postura.

"Acho que esse nosso time sempre teve essa identidade de marcar muito forte e ser qualificado na hora de jogar. Acho que com a chegada do Zé Ricardo isso vai ser bem importante. Já mostramos nesse jogo contra o Santos que estamos querendo mudar e traçar novamente o rumo das vitórias. Esse jogo contra o Paraná pode ser uma mudança de ares para gente", finalizou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.