Zé Ricardo minimiza time alternativo e admite 'ressaca' após queda do Flamengo

Treinador admite que o clube tinha maiores ambições na competição

Estadão Conteúdo

29 de setembro de 2016 | 08h45

O técnico Zé Ricardo não escondeu o desânimo pela eliminação precoce do Flamengo na Copa Sul-Americana. Na noite desta quarta-feira, o time carioca foi derrotado pelo Palestino por 2 a 1, em Cariacica (ES), e se despediu nas oitavas de final. Para o treinador, a queda freou a empolgação rubro-negra, em razão do bom momento vivido no Brasileirão.

"Hoje é um dia de ressaca para nós", reconheceu o treinador, logo após a derrota. "Voltaremos ao CT amanhã [esta quinta] para fazermos uma reavaliação de nosso desempenho de hoje. Acredito que já estaremos recuperados para a partida que teremos no sábado, no Morumbi. Será mais um jogo com um grau de dificuldade muito grande."

Zé Ricardo admitiu o baque porque o Flamengo tinha maiores ambições na competição. "Fico triste por termos sido eliminados. Por um lado, diminuirá o número de viagens, mas vínhamos nos preparando há algum tempo para lidarmos com elas tendo o menor prejuízo possível. Estávamos conseguindo fazer isso. Queríamos muito seguir em frente nessa competição", lamentou.

Questionado sobre a escalação de uma equipe mista para este duelo contra a equipe chilena, o treinador valorizou o time que mandou a campo no estádio Kleber Andrade. "Não me arrependo. Fazemos um planejamento e esse foi um risco calculado. Tivemos vários jogadores que sentiram bastante a partida de hoje. Se passássemos de fase, precisaríamos desses jogadores. Nos preparamos lá atrás e seguimos esse plano", justificou.

Em relação ao desempenho do time, Zé Ricardo lamentou o fraco rendimento do time carioca no primeiro tempo, quando o Palestino fez 2 a 0 no placar e praticamente definiu sua classificação - Alan Patrick descontou, de pênalti, no segundo tempo.

"Não fizemos um bom primeiro tempo. Durante a preleção, tanto aqui quanto no Chile, fomos muito enfáticos em relação à qualidade da equipe deles. Demos muitos rebotes em lances bobos. De maneira geral, o Palestino foi melhor do que nós na primeira etapa, com mais equilíbrio na segunda. Preciso dar os méritos para eles, pois estiveram melhores que nós na maior parte dos dois jogos", analisou Zé Ricardo.

O Flamengo volta a campo no sábado para enfrentar o São Paulo, no Morumbi. O time carioca é o vice-líder da tabela, com 53 pontos, apenas um atrás do líder Palmeiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Raí valoriza montagem do elenco do São Paulo para o Brasileirão
  • Em crise, Figueirense se movimenta para evitar novo W.O.
  • Corinthians, Palmeiras e São Paulo tem as melhores defesas do Campeonato Brasileiro
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
  • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.