Muaro Pimentel / AFP
Muaro Pimentel / AFP

Zé Ricardo reconhece limitações do Vasco após eliminação: 'Vivemos uma ilusão'

Técnico diz que equipe amadurece após queda na primeira fase

Estadão Conteúdo

03 Maio 2018 | 09h46

Após a derrota por 4 a 0 em São Januário para o Cruzeiro, resultado que culminou na eliminação precoce do Vasco da Copa Libertadores, o técnico Zé Ricardo admitiu, na noite de quarta-feira, que o seu time não tinha condições técnicas de fazer uma boa campanha no torneio continental, embora os bons resultados obtidos nas fases preliminares tenham provocado o que ele apontou como "ilusão" no torcedor do clube.

+ Clássico entre Flu e Vasco no Sub-20 termina mais uma vez em pancadaria

+ Bayer Leverkusen oficializa acerto com Paulinho, do Vasco

"Vamos trabalhar e ver onde podemos melhorar. É uma competição dura e que precisa ser preparada com muito cuidado e carinho, observando todas as variáveis. Vivemos uma ilusão, um bom momento na Pré-Libertadores, mas sofremos derrotas duras e que vão nos fazer amadurecer. Esse amadurecimento fará com que a gente tenha resultados positivos lá na frente. Não há nenhuma outra palavra que possa resumir essa participação que não seja entrega. Mas não se disputa uma competição como a Libertadores com entrega", afirmou o treinador.

Sétimo colocado no Campeonato Brasileiro de 2017, o Vasco se classificou à fase preliminar da Libertadores, tendo passado por Universidad de Concepción e Jorge Wilstermann para se garantir no Grupo E. Na chave, porém, o time teve desempenho decepcionante, com apenas dois pontos somados em cinco compromissos, o que o deixa eliminado, ainda que tenha mais um jogo para disputar.

Na sua avaliação sobre a derrota para o Cruzeiro, Zé Ricardo apontou que o placar de 4 a 0 foi duro demais com a atuação do Vasco. Ele ainda destacou que não faltou empenho aos seus jogadores, mas também reconheceu que o time não poderia entregar muito mais do que foi visto em campo.

"Resultado duro, até pelo que foi a partida. A gente entende que estávamos bem até sofrermos o primeiro gol. Depois do gol deles, tivemos um desequilíbrio e eles aproveitaram as oportunidades que surgiram no primeiro tempo. É difícil você voltar no segundo tempo e reverter um placar como esse. Não faltou trabalho, empenho e sacrifício. Lamentamos sair da forma que foi, diante do nosso torcedor, mas chegamos no nosso limite. Agora é levantar a cabeça. Temos um jogo sábado no Brasileiro e posteriormente outro pela Copa do Brasil", declarou Zé Ricardo.

O Vasco tentará se recuperar da dura derrota no próximo sábado, quando vai receber o América Mineiro, em São Januário, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.