Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br
Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br

Zé Ricardo valoriza empate do Vasco e vê resultado justo contra o Cruzeiro

Técnico lembra que rival não ainda havia empatado ou perdido jogos em seu estádio na temporada

Estadão Conteúdo

05 de abril de 2018 | 09h50

Após perder em casa no seu jogo de estreia no Grupo E da Copa Libertadores para a Universidad de Chile, um empate não era o que Vasco desejava em seu segundo compromisso na chave. Ainda assim, o técnico Zé Ricardo valorizou o ponto somado no 0 a 0 com o Cruzeiro, no Mineirão, lembrando que o adversário ainda não havia tropeçado no estádio nesta temporada. Além disso, avaliou que o placar traduziu o que foi o confronto brasileiro pelo torneio continental.

+ Confira a tabela da Copa Libertadores

+ Cruzeiro e Vasco empatam e conquistam primeiro ponto

+ Racing busca empate e lidera grupo de brasileiros

"Depois da nossa derrota na estreia da fase de grupos, a necessidade de uma vitória era muito grande, mas sabemos que enfrentar o Cruzeiro aqui no Mineirão é difícil em qualquer situação. Eles possuíam 100% de aproveitamento em seu estádio nesse ano e possuem uma equipe extremamente talentosa, um grande treinador, atacantes de muita habilidade. Viemos preparados para enfrentar esse grande time e com uma estrutura que nos permitisse buscar a vitória. Tivemos algumas situações para fazer o gol, mas logicamente que o Cruzeiro também pressionou bastante. Considerando tudo isso, avalio o resultado como justo", disse o treinador.

Zé Ricardo também apontou que o Vasco está em construção e avisou que o time ainda vai oscilar na sequência da temporada. Mas assegurou que não vai faltar comprometimento e competitividade, características vistas por ele no confronto no Mineirão.

"Estamos nos propondo fazer uma equipe forte, o objetivo está caminhando, mas ainda há muita coisa para construir. O que a torcida pode ter certeza é que não vai faltar entrega e intensidade para essa equipe durante os jogos. Mesmo com as trocas que são necessárias e somos forçados a fazer, o nosso grupo está mantendo um nível de atuação e resultados também. Como toda construção, temos altos e baixos, poucos times não atravessam por isso. Estamos no caminho certo. O elenco é muito competitivo e respeita todos os adversários, mas o será sempre aplicado quando entrar em campo. O Vasco vai brigar o tempo todo, não se dar por vencido nunca e buscar o resultado onde quer que seja", afirmou Zé Ricardo.

Com apenas um ponto e em terceiro lugar no Grupo E, o Vasco voltará a jogar pela Libertadores em 19 de abril, na Argentina, contra o Racing. Já no próximo domingo, o time vai encarar o Botafogo, no Maracanã, para o segundo jogo da final do Campeonato Carioca - venceu o primeiro duelo por 3 a 2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.