Edu Andrade/Divulgação
Edu Andrade/Divulgação

Zé Roberto pede desculpas por declarações polêmicas

Meia do Grêmio afirmou após o jogo contra o Corinthians que poderia se transferir para o São Paulo

O Estado de S. Paulo

26 de setembro de 2013 | 18h46

PORTO ALEGRE - Após especular uma possível saída do Grêmio, o meia Zé Roberto negou que pretenda se transferir do Tricolor gaúcho. No desembarque da equipe em Porto Alegre após o empate por 0 a 0 com o Corinthians, ele disse estar satisfeito no clube e negou que vá jogar no São Paulo na próxima temporada.

"Vi algumas notícias e até quero me retratar. Não falei nada de estar insatisfeito, não sei de onde saiu essa conversa. Só respondi algumas perguntas e, talvez, possam ter me interpretado de forma errada. A prioridade é o Grêmio", afirmou o meia. Reserva no time de Renato Gaúcho o meia negou estar insatisfeito com a condição e chegou a ser apoiado por torcedores do Grêmio quando chegou ao estádio Olímpico.

"Entendo que sou reserva por opção hoje do nosso treinador. O time vive bom momento. Tem vantagem na Copa do Brasil e está no G-4 do Brasileirão. Tem que respeitar. Não sei que insatisfação é essa que estão falando. Meu ciclo no Grêmio é meu contrato, que vai até o final do ano, com possiblidade de renovação com o Grêmio conquistando vaga na Libertadores. O ciclo só acaba quando termina. Posso dizer hoje que há chance até de encerrar a carreira no Grêmio", ponderou.

Sobre o interesse do Tricolor paulista em seu futebol, o meia de 39 anos disse que a sondagem foi em 2006. "O desejo do São Paulo é um desejo antigo, desde que fui para o Santos e desde o meu retorno ao Brasil nesta segunda vez", explicou.  O contrato do jogador com o Grêmio vai até 31 de dezembro, com bases para renovação caso a equipe se classifique para a Libertadores.

Tudo o que sabemos sobre:
Grêmiofutebolesportes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.