Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Zé Roberto treina no Palmeiras e deve atuar em despedida da arena

Lateral de 43 anos será possivelmente titular contra o Botafogo, na segunda, no possível último jogo dele diante da torcida

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

24 Novembro 2017 | 12h17

O treino do Palmeiras na manhã desta sexta-feira indicou a presença do lateral-esquerdo Zé Roberto entre os titulares. O jogador de 43 anos promete se aposentar ao fim desta temporada e ao atuar na equipe principal na atividade, deve ganhar chance na próxima segunda-feira, contra o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro, naquele que deve ser a sua última partida diante da torcida alviverde.

+ Roger Machado encontrará elenco com mais de 50 jogadores em sua chegada

+ Clubes fazem de tudo para tentar escapar do rebaixamento no Brasileiro

O veterano chegou ao clube em 2015, após deixar o Grêmio, e conquistou a Copa do Brasil daquele ano e mais o Brasileiro, do ano passado. O técnico Alberto Valentim deixou Zé Roberto como reserva nas últimas partidas, mas deve aproveitar a comodidade de a equipe já estar classificada para a fase de grupos da Libertadores e deixar o veterano se despedir do público palmeirense. Na última rodada o compromisso será fora de casa, contra o Atlético-PR.

No trabalho nesta sexta o treinador começou a esboçar a formação titular. Com o retorno do lateral Mayke, fora dos últimos treinos por estar com dores no quadril, e sem o meia Moisés, poupado, o time teve: Jailson; Mayke, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo, Tchê Tchê e Dudu; Willian, Keno e Borja. O goleiro Fernando Prass será desfalque por ter recebido o terceiro cartão amarelo.

A aposta em Zé Roberto vem em um momento de escassez de opções na lateral esquerda. Titular nos últimos jogos, Michel Bastos sentiu dores musculares e não treinou. Outra alternativa, Egídio, está em fim de contrato e não deve mais atuar pela equipe. Quem também faz a função é o zagueiro Juninho, mas ele só costuma ser acionado para o trabalho quando a partida requer postura mais defensiva do time.

Antes da partida com o Botafogo, o Palmeiras terá mais duas atividades, ambas fechadas aos jornalistas. O jogo vale para o time passar o Grêmio e assumir a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, meta estipulada pelo clube para conseguir uma premiação maior da CBF, cerca de R$ 11 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.