Zé Roberto vê Palmeiras em boas condições de voltar a vencer os grandes

Foi no dia 11 de outubro do ano passado que o Palmeiras venceu um dos grandes do futebol brasileiro pela última vez. De lá para cá, foram sete jogos, sendo dois empates e cinco derrotas. O derrotado foi o Grêmio, pelo placar de 2 a 1, no Pacaembu. No clube gaúcho, Zé Roberto era um dos jogadores em campo e, agora do outro lado, acredita que o momento é positivo para acabar com o tabu e vencer o Santos, quarta-feira, na Vila Belmiro.

DANIEL BATISTA, Estadão Conteúdo

09 Março 2015 | 16h45

"Estamos em um progresso. Não tem como comparar o Palmeiras do ano passado com o atual, até porque é um novo time, um elenco totalmente modificado. Além disso, mudou também a diretoria e a comissão técnica. Estamos ainda em busca de progresso. O momento é satisfatório, com seis vitórias consecutivas, nos dando tranquilidade e ao mesmo tempo dá segurança ao time", analisou o experiente lateral-esquerdo.

Zé lembra que o adversário ainda está invicto no Campeonato Paulista e que isso pode acabar se tornando um fator motivacional para a equipe. "O Palmeiras tem uma nova cara e quer buscar uma coisa nova. Para alcançar esses objetivos, tem que passar por desafios e o primeiro é nesta quarta, contra o Santos, que está invicto e é muito forte atuando na Vila. Acredito que o Palmeiras tem totais condições de se impor e jogar como tem jogado", comentou.

Neste ano, o Palmeiras fez apenas um jogo contra um dos chamados times grandes e perdeu para o Corinthians por 1 a 0. O time alviverde ainda enfrentou outra equipe da Série A, a Ponte Preta e também foi derrotada por 1 a 0. "Clássico sempre tem um peso maior, até porque se coloca em conta que duas equipes estão buscando a maior pontuação do campeonato. Vai ser uma briga direta pelo topo", resumiu Zé Roberto.

Mais conteúdo sobre:
futebolPalmeirasZé Roberto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.