Ahmed Jadallah / Reuters
Ahmed Jadallah / Reuters

Zebra do Mundial, Al Ain quer surpreender Real Madrid: 'Não temos nada a perder'

Clube dos Emirados Árabes Unidos enfrentará o campeão da Copa dos Campeões na decisão do Mundial, que ocorre neste sábado

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de dezembro de 2018 | 21h13

Após eliminar o River Plate e chegar à final do Mundial de Clubes da Fifa de forma surpreendente, o Al Ain quer mais. O time dos Emirados Árabes Unidos carrega o discurso de que não tem nada a perder e pode surpreender o Real Madrid na final da competição, marcada para este sábado, às 14h30 (de Brasília), em Abu Dabi.

"Os campeões de Al Ain têm o espírito de luta, desafio e determinação e não temos nada a perder", garantiu Matar Obaid Al Dhahiri, diretor de futebol do Al Ain. Para chegar à final inédita, o time árabe eliminou, além do River Plate, o Team Wellington, da Nova Zelândia, na primeira fase, e o Espérance, da Tunísia, nas quartas de final.

Depois de uma partida desgastante contra o River Plate, que contou com prorrogação e pênaltis para definir o finalista na última terça-feira, a equipe segue os preparativos que antecedem a grande final. Segundo Dhahiri, o técnico croata Zoran Mamic decidiu dar um descanso aos jogadores nesta quinta para recuperar os atletas mais fadigados. O treino desta sexta será o último antes da partida decisiva.

Ahmed Barman é a única dúvida do Al Ain para enfrentar o Real Madrid. Com dores, o meia foi substituído no final do segundo tempo da partida contra o River Plate e realizou exames na última quarta-feira que detectaram uma fadiga muscular, o que o deixa com poucas chances de estar em campo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.