Afolabi Sotunde/Reuters
Afolabi Sotunde/Reuters

Zebra Etiópia recebe Nigéria para começar a decidir vaga na Copa de 2014

Inédito mata-mata nas Eliminatórias Africanas terá também jogo entre Tunísia e Camarões

O Estado de S. Paulo

13 de outubro de 2013 | 08h00

ADIS ABEBA - A empolgação de estar perto de fazer história anima o azarão das Eliminatórias Africanas da Copa 2014 a partir para cima do atual campeão continental. A zebra Etiópia recebe neste domingo em Adis Abeba a poderosa Nigéria pelo jogo de ida da fase final. A volta será em 16 de novembro, em Calabar. Pela primeira vez o continente vai apontar os representantes na Copa por um mata-mata. A Etiópia nunca havia chegado tão longe em uma Eliminatória e tem no currículo o feito de ter desclassificado a África do Sul em seu grupo na fase anterior. Com 100% de aproveitamento como mandante, a equipe tem jogadores que atuam predominantemente no futebol local e aposta na altitude de 2,3 mil metros acima do mar para tirar pontos da Nigéria.

A atual campeã africana está sem problemas com lesões ou suspensões e vai com força máxima para a partida. O técnico Stephen Keshi pode contar com todos as estrelas do futebol europeu, como o atacante Victor Moses, do Liverpool. Porém os jogadores estão cautelosos e evitam falar em favoritismo. “O gramado do estádio é ruim e isso vai favorecer a equipe deles, que é muito boa nas trocas de passes e vai tentar impor velocidade para tirar nosso fôlego na altitude”, explicou o meia nigeriano do Chelsea John Obi Mikel.

TRADIÇÃO

No outro jogo deste domingo, duas ex-potências da África iniciam disputa por vaga na Copa de 2014. Em Rades, a Tunísia recebe Camarões. Os donos da casa estiveram na última vez em um Mundial em 2006 e os visitantes, em 2010, mas perderam as três partidas disputadas. Os tunisianos só garantiram a chance de disputar a fase final graças ao tapetão. Cabo Verde tinha se classificado no grupo na fase anterior, porém foi desclassificada por ter escalado um jogador irregular. Camarões passou com tranquilidade pela fase anterior e não teve dificuldades para superar a recém-formada seleção da Líbia. O jogo de volta entre as seleções será no dia 17 de novembro na cidade de Yaoundé.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.