Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Zeca passa por exames médicos para assinar com o Corinthians

Lateral briga na Justiça para conseguir se desvincular do Santos

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

13 Março 2018 | 13h08

O lateral-esquerdo Zeca deve ser anunciado como reforço do Corinthians nesta terça-feira. O ex-jogador do Santos passou por exames físicos na manhã desta terça-feira e passará por mais exames durante o dia. A informação foi divulgada pelo repórter João Paulo Capellanes, da Rádio Bandeirantes, e confirmada pelo Estado com pessoas ligadas ao atleta. 

O jogador conseguiu uma liminar na Justiça no fim do ano passado e teve o vínculo rescindido com o Santos. Para os agentes do atleta, ele está completamente livre para negociar com qualquer clube, por isso está acertando com o Corinthians. Na visão do time da Vila Belmiro, quem estiver interessado no atleta, terá que negociar com o clube. 

Antes do Corinthians, o Flamengo chegou a ficar próximo de um acerto com Zeca, mas desistiu justamente por causa da disputa jurídica. A expectativa é que uma nova decisão judicial ocorra em abril. 

A possível chegada de Zeca é um alívio para Fábio Carille, que ainda busca por um substituto de Guilherme Arana, negociado com o Sevilla. O Corinthians contratou Juninho Capixaba no início do ano, mas o ex-lateral do Bahia não conseguiu aproveitar as oportunidades. O garoto Guilherme Romão, da base, voltou ao clube após ser emprestado ao Oeste, mas também não se firmou e mais uma vez foi emprestado ao time do interior. 

Recentemente, o Corinthians acertou o empréstimo de Sidcley e também apostou em alguns jogos no volante Maycon improvisado na posição. Caso se confirme a chegada de Zeca, o ex-lateral do Santos não poderá disputar a fase de grupos da Libertadores e o clube tem até quinta-feira para fazer mudanças na lista dos inscritos no Paulista para a fase de mata-mata. 

 

Mais conteúdo sobre:
Zeca Corinthians Santos Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.