Zetti chega e muda astral no Guarani

O ambiente do Guarani mudou de água para o vinho em termos de astral após a chegada do técnico Zetti, escolhido pela diretoria para substituir Joel Santana. Bastaram dois dias de trabalho para a nova comissão técnica conquistar a confiança dos jogadores. Este novo ânimo, segundo o próprio técnico, será a primeira arma utilizada para melhorar a campanha dentro do Campeonato Brasileiro, onde soma cinco pontos e ocupa a perigosa 19ª posição.Zetti reconhece que nada muda "da noite para o dia", mas ele acredita que em pouco tempo poderá passar ao elenco a sua filosofia de trabalho. "Tenho conversado muito com eles. Acho que nesse início o melhor mesmo é a gente se conhecer, um ganhar confiança no outro e trabalharmos muito", explicou. Na verdade, o que mais se vê no estádio Brinco de Ouro é o trabalho em campo, tanto com Zetti como com o fisicultor Fernando Moreno. "O estádio físico, aparentemente, é bom. Só vamos adequar o trabalho anterior uma pitada ao nosso estilo", comentou Moreno.A comissão técnica também ficou definida com a chegada de Denys, ex-lateral do Palmeiras, como auxiliar técnico. A primeira opção era Marcos Biazotto, do Paulista, a segunda era Nelsinho, ex-lateral do São Paulo, mas só a terceira opção deu certo. O trei nador de goleiros Brandão deve continuar no cargo, com a já confirmada saída do preparador físico Lino Fachini Júnior e a provável demissão do ex-supervisor Jair Squarizzi.Por outro lado, na terça-feira se apresentou o lateral direito Dida, ex-Brasiliense, e nesta quarta-feira cedo o atacante Valdir Papel, ex-Sport Recife. Como boa notícia, o atacante Evandro Roncatto foi convocado para a Seleção Sub-20, que disputará duas competições: o tradicional Torneio de Toulon, na França, e um outro torneio da Ásia. Ele se apresenta segunda-feira o Rio de Janeiro.Zetti mantém o trabalho com o intuito de definir o time que enfrentará o Juventude, domingo à tarde, em Caxias. Ele terá o retorno do volante Sidney, que cumpriu três jogos de suspensão ainda por sua expulsão na abertura da competição, na derrota de 1 a 0, para o Coritiba. Ele volta em boa hora porque Roberto recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Corinthians e cumprirá suspensão. O meia Luiz Fernando, que vinha sendo reserva, está praticamente vetado por causa de uma tendinite no pé direito.A escalação só deve ser definida na sexta-feira, após o coletivo, mas Zetti já avisou que pretende usar o esquema 4-4-2 e colocar um segundo atacante ao lado de Viola. Nos últimos jogos, o time vinha improvisando um meia na posição, como Alexandre e Harrison.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.