Zetti: Guarani deve esquecer o passado

A diretoria do Guarani apresentou nesta segunda-feira à tarde o seu terceiro técnico na temporada: Zetti. Atual vice-campeão estadual pelo Paulista de Jundiaí, o novo técnico chegou animado ao estádio Brinco de Ouro, acreditando em avançar vários degraus na sua recente carreira de técnico. Ele substituirá a Joel Santana, que por sua vez tinha ocupado a vaga de Barbieri, ainda no Campeonato Paulista. Para o novo técnico, o primeiro passo é esquecer o passado, inclusive o trabalho com os ex-treinadores. "Cada um tem seu estilo e sua filosofia de vida. Vamos tentar imprimir nossa característica dentro do clube", prometeu Zetti que chegou ao lado do fisicultor Fernando Moreno. A comissão técnica ainda deve ganhar um auxiliar indicado pelo treinador, que não confirmou suas bases salariais: R$ 100 mil de luvas e R$ 50 mil por mês. "Vou trazer um homem de confiança", confirmou depois que soube que a direção do Paulista não liberou Marcos Biazotto e nem o treinador de goleiros Armando Bracalli, há 12 anos no clube de Jundiaí. Ao contrário do previsto, Zetti fez questão de ir ao gramado do Brinco de Ouro para conversar com os jogadores e dar seu primeiro treino. O clima melhorou muito entre os jogadores, que pareciam desamparados após a demissão inesperada de Joel Santana, ocorrida há 10 dias. Quem praticamente deu as boas vindas em nome do elenco foi o atacante Viola, de 35 anos, contemporâneo de Zetti, de 39 anos, na seleção brasileira tetracampeã mundial, em 1994, e também no Santos, no final da década de 90 (1998). "Acho que o Zetti tem uma cabeça boa e pode nos ajudar aqui no clube. O conheço bem, é uma pessoa correta e tem tudo para vencer na profissão", comentou Viola, que não teve uma boa apresentação na derrota para o Corinthians, por 1 a 0. A baixa do jogo foi o volante Roberto, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Por outro lado, o experiente volante Sidney poderá voltar diante do Juventude, domingo, em Caxias do Sul. Ele cumpriu três jogos de suspensão ainda por ter sido expulso na abertura do campeonato diante do Coritiba. No momento, o Guarani ocupa a 19ª posição, com 19 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.