Zico aceita convite para dirigir a seleção do Iraque

O craque Zico, maior ídolo da torcida flamenguista, aceitou convite para comandar a seleção de futebol do Iraque nas Eliminatórias Asiáticas. O treinador deverá se apresentar para seu novo trabalho nesta quinta-feira, quando acertará os detalhes do contrato com a federação iraquiana de futebol.

ANELSO PAIXÃO, Agência Estado

23 de agosto de 2011 | 08h41

O seu trabalho terá como meta principal classificar o Iraque para disputar a Copa do Mundo pela segunda vez - a primeira foi em 1986, no México, quando perdeu os três jogos que disputou.

Nas Eliminatórias Asiáticas, o Iraque disputa a partir de 2 de setembro a fase de grupos, depois de já ter superado uma etapa anterior, e terá ao seu lado Jordânia, China e Cingapura no Grupo A. Os dois primeiros avançam.

Zico deverá formar sua comissão técnica com seu irmão Edu e o preparador físico Moraci Sant''anna, mas poderá aumentar o número de brasileiros na equipe. O treinador também será o responsável pelas categorias de base da seleção iraquiana.

Zico já treinou o time turco Fenerbahçe, o russo CSKA Moscou e o grego Olympiakos, e deixou no ano passado o cargo de diretor de futebol do Flamengo depois de apenas quatro meses, alegando ter sofrido pressões dentro do clube.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolZicoseleção do Iraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.