Zico afasta oito da seleção japonesa

O técnico Zico abriu guerra contra a indisciplina e anunciou nesta sexta-feira o afastamento de oito jogadores da seleção japonesa. Os atletas são acusados de usarem bebida alcoólica durante o período em que estavam na concentração, e poderão ser processados também por assédio sexual contra uma mulher, enquanto bebiam em um bar, no último dia 9 de fevereiro. "Eles desrespeitaram as regras e isso significa que trairam a minha confiança", disse o técnico brasileiro nesta sexta-feira, logo depois de anunciar a lista de 23 convocados para a partida do dia 31 de março contraCingapura, pelas eliminatórias da Copa do Mundo da Alemanha de 2006.Estão fora da lista, os atacantes do Yokohama Marinos, Tatsuhiko Kubo, autor de um gol no jogo contra Omán, e Yoshito Okubo, que marcou dois na partida contra a seleção dos Emirados Árabes.Além deles, estão excluídos temporariamente da seleção, o goleiro Ryota Tsuzuki; os defensores Nobuhisa Yamada e Teruyuki Moniwa e os meio-campistas Mitsuo Ogasawara, Takuya Yamada e Daisuke Oku.

Agencia Estado,

19 de março de 2004 | 15h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.