Zico defende fim de limite de jogadores estrangeiros na Turquia

Zico, técnico atual do Fenerbahce,defendeu a revogação do limite para o número de jogadoresestrangeiros em equipes turcas depois de seu time ter sidoeliminado da Liga dos Campeões pelo Chelsea. A equipe de Istambul perdeu o segundo jogo dasquartas-de-final por 2 x 0, em Stamford Bridge, após tervencido por 2 x 1 em sua casa. "Acredito que se investirmos um pouco mais e se nossosjogadores ganharem mais força e experiência, podemos nostransformar em um dos grandes times da Europa", disse Zico. Segundo o treinador, sua equipe sentiu a falta do lateralbrasileiro Roberto Carlos, que ainda se recupera de uma lesãosofrida no primeiro jogo das oitavas-de-final contra o Sevilla. "Um outro fator é o limite no número de jogadoresestrangeiros que podemos colocar em campo. Quando se olha paraos adversários, eles possuem muito mais alternativas na hora daescalação", acrescentou Zico. "Nem tanto na defesa, mas poderíamos lucrar com uma maiorcontribuição no meio-campo e no ataque. Espero que a Federação(Turca de Futebol) avalie de forma adequada essa questão. Oslimites deveriam ser abolidos." Na Turquia, seis jogadores estrangeiros no máximo podem sercolocados em campo ao mesmo tempo, e mais dois estrangeirospodem ficar no banco de reservas.Junto de Roberto Carlos, o Fenerbahce conta ainda com osbrasileiros Alex, Deivid e Edu além do uruguaio Diego Lugano,do chileno Claudio Maldonado, do ganense Stephen Appiah e dosérvio Mateja Kezman. No clube, vários outros jogadores de origem estrangeirapossuem nacionalidade turca, como Mehmet Aurelio, que nasceu noBrasil. O Fenerbahce já reclamou várias vezes do limite no númerode jogadores estrangeiros. Mas o presidente da Federação Turca de Futebol, HasanDogan, disse no mês passado que o sistema 6+2 continuará avigorar enquanto a Uefa não se decidir a respeito da questão.Segundo Dogan, a revogação do limite acabaria por prejudicar aseleção turca, apesar de os clubes do país defenderem umamedida do tipo. Depois da partida de terça-feira, Zico disse que seurepresentante conversaria com o Fenerbahce para decidir arespeito de seu futuro na equipe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.