Zico deixará o Japão após o Mundial

O treinador da seleção do Japão, o brasileiro Zico, anunciou nesta quarta-feira que deixará o cargo logo após a disputa da Copa do Mundo de 2006, que será realizada na Alemanha. A decisão foi confirmada em seu site oficial, depois que jornalistas do Rio de Janeiro haviam dado a notícia no último final de semana. Zico conseguiu, há pouco mais de um mês, classificar a seleção japonesa para o Mundial e participou da Copa das Confederações, na Alemanha. Seu trabalho de formar jogadores está começando a dar frutos e o brasileiro cita o meia Nakamura como uma promessa para o futuro. O treinador, e ex-jogador, aproveitou para negar que tem interesse em assumir o comando do Flamengo, um de seus ex-clubes, que está em difícil situação no Campeonato Brasileiro - após dez rodadas, o time carioca está em 19º lugar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.