Simone Ferraro/Ag. Petrucci Fotopress/Udinese
Simone Ferraro/Ag. Petrucci Fotopress/Udinese

Zico é ovacionado em festa pelos 120 anos da Udinese: 'Grande emoção'

Galinho recebe homenagem antes da partida contra o Sassuolo pelo Campeonato Italiano

Estadão Conteudo

19 Fevereiro 2017 | 14h02

A passagem de Zico pela Udinese acabou há mais de 30 anos, mas a idolatria do brasileiro com a torcida continua forte. Prova disso foi a festa feita pelas arquibancadas do Estádio Friuli para o ex-jogador neste domingo, em meio às comemorações pelos 120 anos do clube.

Antes de enfrentar o Sassuolo neste domingo, e ser derrotada por 2 a 1, de virada, a Udinese prestou uma grande homenagem a Zico. O jogador deu uma volta no campo e foi ovacionado pela torcida.

"Estar com eles, com todos estes torcedores, foi incrível, inesquecível. Depois de 30 anos, vir aqui e ver este entusiasmo arrepia, porque significa que eu fiz um bom trabalho", declarou o jogador em entrevista à TV Sky Sports.

Zico foi aplaudido e teve seu nome cantado pelos torcedores. Entre as muitas homenagens, uma faixa na torcida dizia: "Graças a você, o mundo nos conheceu". O ex-jogador admitiu ter ficado surpreso com a festa, principalmente pelo reconhecimento de tantos jovens torcedores.

"Eu acho que o trabalho dos pais, com as crianças que me aplaudiram hoje, foi bem feito. Eles não me conheciam naquela época", brincou o brasileiro, que chegou a se encontrar com outro grande ídolo da Udinese: Di Natale. "Ele tomou um café comigo, veio até o hotel. Fiquei feliz", comentou.

Zico atuou com a camisa da Udinese entre 1983 e 1985, em uma época na qual os jogadores brasileiros começavam a ganhar espaço na Itália. Apesar de atrapalhado pelas contusões e de não ter conquistado títulos, marcou na história do clube antes de voltar ao Flamengo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.