Zico fala como técnico do Japão

O craque Zico falou pela primeira vez como técnico da seleção japonesa, nesta quarta-feira, em seu clube, o CFZ, na Barra da Tijuca, zona oeste da capital carioca. O ex-jogador explicou que será anunciado oficialmente, depois do dia 16, com a eleição de Saburu Kawabuchi para a presidência da Federação Japonesa de Futebol."Quero formar treinadores, preparadores-físicos e de goleiros, fazer um trabalho a exemplo do que já realizei com os jogadores desde que cheguei ao Japão, há 11 anos", disse Zico. "Pretendo abrir mais a Federação de Futebol para os clubes, já que tive dificuldades com o calendário japonês na época em que estava no Kashima." A previsão é a de que Zico viaje para assinar o contrato no dia 17. Ele explicou que treinará somente a seleção principal. As equipes de juniores e sub-21 terão uma comissão técnica formada por japoneses e seu trabalho será o de um administrador-técnico.O novo técnico de futebol já escolheu a formação tática que vai adotar na seleção do Japão: 4-4-2 ou 4-3-3. Para Zico, o primeiro objetivo será o de identificar as características de cada atleta para armar a equipe aproveitando as melhores qualidades de todos. Zico acredita que sua principal dificuldade vai ser com o número excessivo de jogadores atuando fora do Japão. O craque lembrou que pelo menos cinco atletas estão fora do país. Ele ainda frisou que o tempo não será um empecilho para o desenvolvimento do novo trabalho."Preciso é ter respeito e planejamento para fazer um bom trabalho", frisou Zico. "Se sentir que não está dando certo, serei o primeiro a sair. Nunca fui apegado a cargos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.