Zico quer disciplinar transferências

O ex-jogador Zico, considerou inoportuna a proposta de alguns dirigentes esportivos da criação de uma legislação impedindo a transferência de jogadores adolescentes para clubes do exterior. "O que tem que ser feito", segundo Zico, é uma fiscalização rigorosa na maneira como esses jovens são transferidos. Para mim o importante é que haja um vínculo entre o jogador e o clube no exterior. Uma espécie de "contrato" admitiu Zico. O ex-secretário de esportes no Governo Collor, disse também que a legislação esportiva está correta em compensar os clubes que são formadores de atletas.Diferente de Zico, o advogado Marcílio Krieger considerou "balela" o rótulo de clubes formadores. "A lei tem que garantir uma linha de crédito educativo para que os clubes desenvolvam projetos de alfabetização dos atletas", argumenta.Zico e Krieger participam ao lado do advogado Antônio Simões da Costa, especialista em legislação esportiva e de Antônio Carlos Kfouri Aidar, representante da Fundação Getúlio Vargas (FGV), do painel legislação esportiva promovida pela CPI da CBF/Nike na Câmara dos deputados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.