Gabriel Bouys/ AFP
Gabriel Bouys/ AFP

Zidane cita bloqueio mental e defende jogadores após derrota do Real Madrid

Equipe sofreu gol nos minutos finais e chega ao quarto jogo seguido sem vencer no seu estádio

Estadão Conteúdo

13 Janeiro 2018 | 17h14

A crise técnica do Real Madrid foi amplificada neste sábado após a derrota em casa para o Villarreal por 1 a 0, resultado que colocou em risco até mesmo a quarta colocação no Campeonato Espanhol. Mas, apesar do momento difícil, Zinedine Zidane procurou manter a serenidade.

Confira a tabela do Campeonato Espanhol

+Real cai diante do Villarreal em casa, é vaiado e segue em crise no Espanhol

Após a frustrante derrota, o técnico francês defendeu os seus jogadores, enalteceu a atuação e afirmou que o momento pode ser explicado por uma questão mental. "Pode ser mental porque afeta quando não se ganha. Quando estamos em uma sequência ruim sempre acontecem coisas negativas. Quando criamos, não marcamos. Quando somos atacados, tomamos o gol. Isto afeta mentalmente", pontuou. "Não estou contente e nem abatido".

Zidane também ponderou que o Real Madrid foi melhor e procurou poupar os seus atletas. "É difícil de explicar. Fizemos tudo. Tivemos muitas chances, mas a bola não entrou. Não tem explicação. É uma sequência ruim, que dura, e é difícil para meus jogadores. Não posso reprová-los sobre nada".

Para melhorar a situação, segundo o técnico francês, o elenco do Real Madrid precisa seguir convicto de seu potencial. "É uma situação difícil porque nunca a vivemos. É complicado para os jogadores porque brigamos, lutamos e a bola não entrou", ponderou, antes de acrescentar. "Estamos machucados por hoje (sábado), mas não vamos mudar nossa mentalidade de seguir adiante e lutar".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.