Real Madrid/EFE
Real Madrid/EFE

Zidane comanda primeiro treino após retorno ao Real Madrid

Técnico conheceu Brahim Díaz, Courtois, Mariano Díaz, Odriozola e Vinicius Junior, atleas que não estavam no grupo quando ele deixou o clube

Redação, Estadão Conteúdo

13 de março de 2019 | 10h18

O início do trabalho da segunda passagem de Zinedine Zidane como técnico do Real Madrid se deu oficialmente nesta quarta-feira. Dois dias após ser contratado pelo time espanhol e apresentado oficialmente, o treinador francês comandou a sua primeira atividade com o elenco no CT de Valdebebas.

O contato foi o primeiro em campo de Zidane com os jogadores, intensificando a preparação do time para o próximo compromisso, o duelo com o Celta de Vigo, sábado, no Santiago Bernabéu, pelo Campeonato Espanhol, quando o francês também reencontrará a torcida do time pelo qual brilhou como jogador e também na sua primeira passagem como técnico.

Na atividade, Zidane comandou um trabalho em circuitos que combinou atividade física e com bola. Na sequência, o treino teve exercícios de posse de bola e pressão, seguidos por mini-jogos em campo reduzido.

Quase todas as peças do elenco são bem conhecidas por Zidane, que deixou o time ao fim da temporada passada. As exceções, evidentemente, são jogadores contratados nas últimas janelas de transferências, como Brahim Díaz, Courtois, Mariano Díaz, Odriozola e Vinicius Junior.

O brasileiro, aliás, foi um dos ausentes da atividade por estar se recuperando de lesão. Além dele, Marcos Llorente, Carvajal e Lucas Vásquez, também estão entregues ao departamento médico.

Após a saída de Zidane, o Real Madrid foi dirigido nesta temporada por Julen Lopetegui e Santiago Solari, mas nenhum deles conseguiu repetir o sucesso do treinador francês, que retorna a um clube em crise. O time já caiu na Liga dos Campeões da Europa e na Copa do Rei, além de estar na terceira posição no Campeonato Espanhol, a 12 pontos do líder Barcelona.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.