Oscar Del Pozo/AFP
Oscar Del Pozo/AFP

Zidane confirma volta de Rodrygo ao time B do Real Madrid: 'Temos que ir devagar'

Atacante fez sua primeira partida pela equipe oficial na última quarta-feira e marcou um dos gols da vitória por 2 a 0 sobre o Osasuna

Redação, Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2019 | 12h06

O técnico francês Zinedine Zidane confirmou que o brasileiro Rodrygo voltará a atuar pelo Real Madrid Castilla, time B do clube espanhol, neste final de semana e, portanto, não estará em campo no clássico contra o Atlético de Madrid, neste sábado, no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, pela sétima rodada do Campeonato Espanhol.

"Sabemos o que queremos fazer com ele. Hoje (sexta-feira) ele treinou com o Castilla e amanhã (sábado) ele vai jogar com eles, não muda nada. Ele é um jogador do primeiro plantel, mas temos que ir devagar. Essa decisão já havia sido tomada antes", explicou Zidane em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Na última quarta-feira, Rodrygo fez a sua primeira partida oficial pela equipe da capital espanhola, entrando no lugar de Vinicius Junior. E com apenas 95 segundos em campo já balançou as redes, ajudando o Real Madrid na vitória sobre o Osasuna por 2 a 0, no estádio Santiago Bernabéu, em Madri.

Zidane tem elogiado tanto Rodrygo como Vinicius Junior com frequência. O treinador quer utilizar o ex-jogador do Santos com cautela, enquanto que o jovem revelado pelo Flamengo já está mais habituado ao Real Madrid, visto que chegou um ano antes e já mostrou que pode ser importante à equipe. Ele evitou fazer comparações entre os dois.

"São completamente diferentes, mas são muito bons jogadores e isso é o que importa. Querem melhorar e progredir", disse Zidane sobre os dois atacantes brasileiros.

Dessa forma, Rodrygo, que chegou ao clube no meio deste ano, permanece se revezando entre treinos na equipe principal e jogos pelo Real Madrid Castilla, que disputa a terceira divisão espanhola e enfrentará o Rayo Majadahonda neste sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.