Divulgação
Divulgação

Zidane desaprova convocação de Casemiro para a seleção: 'Veremos se pode ir'

Volante chamado por Tite ainda está se recuperando de fissura na canela

Estadão Conteúdo

22 de outubro de 2016 | 11h17

A convocação de Casemiro para as próximas duas partidas da seleção brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo deixou Zinedine Zidane bastante incomodado. O técnico do Real Madrid não gostou de ver seu volante titular chamado apesar de ainda estar em processo de recuperação de uma importante lesão e ameaçou tentar impedir a apresentação do jogador ao time de Tite.

"Convocaram ele para a seleção, e nós vamos ver no dia a dia. Não sabemos quanto tempo lhe falta (para voltar a jogar). A primeira coisa que tem que fazer é se recuperar. Convocaram ele entre 24 jogadores e veremos se pode ir e se está recuperado. É um tema complicado porque ele ainda sequer correu", declarou Zidane neste sábado.

Casemiro está na reta final da recuperação de uma fissura na perna esquerda e ainda não atuou pelo Real desde que se contundiu, ainda em setembro. O clube, aliás, preferiu não colocar um prazo para o retorno do jogador, que provavelmente se apresentaria à seleção sem sequer ter voltado a vestir a camisa madrilenha.

Os duelos contra Argentina, dia 10 de novembro, no Mineirão, e Peru, cinco dias mais tarde, em Lima, são datas Fifa, o que obrigaria o Real a liberar o jogador. No entanto, em caso de contusão, o clube pode tentar um acordo com a CBF para que Casemiro continue a recuperação na Espanha.

Foi justamente por causa de Casemiro, aliás, que Tite convocou 24 jogadores para estas partidas, e não os tradicionais 23. A ideia do treinador é contar com o volante do Real mesmo que apenas para o confronto diante do Peru. Neste caso, um dos nomes da lista teria que ser cortado para esta partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.