J.P. Gandul / EFE
J.P. Gandul / EFE

Zidane descarta reforços e promete trabalhar 'mais do que nunca' no Real Madrid

Treinador diz que não irá promover mudanças no elenco apenas por causa de quatro meses ruins

Estadão Conteúdo

09 Janeiro 2018 | 13h10

O frustrante empate com o Celta no domingo, por 2 a 2, deixou o Real Madrid a 18 pontos do líder Barcelona no Campeonato Espanhol. Mas, apesar de viver o seu pior momento desde que assumiu a equipe, o técnico Zinedine Zidane foi sereno nesta terça-feira ao falar sobre a situação.

+ Ano começa com quatro ligas europeias praticamente decididas

+ Philippe Coutinho: 'Quero honrar a tradição brasileira no Barça'

Na véspera da partida contra o Numancia pelas oitavas de final Copa do Rei, após o Real Madrid ter vencido o jogo de ida por 3 a 0, Zidane enalteceu seu elenco nesta terça-feira, prometeu trabalhar arduamente e descartou a necessidade de reforços.

"Posso dizer que nós, quando as coisas não vão como queremos, voltamos ao trabalho. Creio nessas coisas. O que vamos fazer é trabalhar mais do que nunca em todos os sentidos. Não é uma coisa física ou de cabeça. Não há remédio melhor do que seguir trabalhando, e com mais força", pontuou o treinador francês, que comandou o Real Madrid na conquista do Campeonato Espanhol, da Supercopa da Espanha, da Supercopa da Europa, da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes da Fifa em 2017.

Confiante em repetir o desempenho, Zidane foi assertivo ao dizer que não precisa de qualquer reforço. "Não necessito de nada. Para que fique muito claro, não quero nada. Estamos aqui, temos um elenco, começamos com ele e creio em meus jogadores", disse o treinador, destacando a qualidade do grupo.

"Creio no meu elenco. Não vou pensar o contrário em quatro meses porque alguns resultados foram ruins. Não vou mudar", prometeu. "Falo de meu elenco porque creio em meu elenco. São meus valores e vou defendê-los até a morte. Creio no que faço e vou até o final, até que me troquem."

Além da situação difícil no Espanhol, o Real Madrid ficou em segundo de sua chave na Liga dos Campeões. Terá, assim, logo nas oitavas de final, um difícil desafio contra o Paris Saint-Germain.

Mais conteúdo sobre:
futebol Real Madrid Club de Futbol Zidane

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.