Zidane diz que ainda faltam dois jogos para aposentadoria

O meia e grande estrela da seleção francesa, Zinedine Zidane - após brilhante desempenho na vitória de sua equipe por 1 a 0 contra o Brasil, neste sábado, em Frankfurt - disse que pretende continuar jogando pelos "Bleus" até a final do Mundial. "Para vencer o Brasil teríamos de dar o nosso melhor e nós conseguimos. Jogamos muito bem. Acho que nossa vitória foi merecida", afirmou Zidane, que prometeu se aposentar da seleção francesa após a Copa do Mundo da Alemanha. "Agora não podemos parar, precisamos seguir na competição até o final", falou o meia, que disparou: "Não me aposento agora, ainda faltam duas partidas". De acordo com o técnico da França, Raymond Domenech, a principal arma de sua equipe foi a paciência. "Contra a Espanha também foi assim. Soubemos ter paciência para saber trabalhar e fazer as coisas acontecerem durante o jogo", explicou. "Foi um grande momento que só o futebol pode proporcionar. Agora quero saborear isso, mas o Brasil era quartas-de-final e agora estamos na semifinal", observou. o treinador, que perguntado sobre a performance do Brasil respondeu que a seleção brasileira não era um problema dele. "O técnico do Brasil certamente poderá falar melhor sobre o seu time". "Mas só sairei feliz da Copa do Mundo se sair da competição como campeão", completou Domenech, que defendeu o fraco desempenho de sua seleção na primeira fase do Mundial. "Os times que jogaram bem as primeiras partidas estão todos acompanhando a competição pela televisão", ironizou o treinador. O autor do gol que eliminou o Brasil do Mundial, o atacante Thierry Henry, também classificou de justa a vitória francesa. "Nosso triunfo não veio por um acaso. Jogamos bem e nossa tática funcionou. Ninguém pode dizer que contamos com a sorte para ganhar do Brasil", disse Henry, que concluiu: "Agora temos todo o direito de sonhar com o título".

Agencia Estado,

01 Julho 2006 | 18h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.