Mariscal/EFE
Mariscal/EFE

Zidane diz que se sente 'muitíssimo desgastado' no comando do Real Madrid

Técnico vem sofrendo com as críticas pela má fase da equipe principalmente nos campeonatos domésticos

Estadão Conteúdo

17 de fevereiro de 2018 | 11h14

Apesar da vitória sobre o Paris Saint-Germain no jogo as oitavas de final da Liga dos Campeões, as atuações do Real Madrid têm sido bastante contestadas na atual temporada. Em entrevista coletiva neste sábado, o técnico Zinedine Zidane admitiu estar "muitíssimo desgastado" no comando da equipe e sinalizou que não deve permanecer por muito mais tempo no cargo.

+ Kroos sofre lesão no joelho e preocupa o Real Madrid

+ Confira a tabela do Campeonato Espanhol

"Acredito que há mais desgaste nessa profissão e, especialmente neste clube, do que em outro", afirmou. "Claro que vai chegar um momento em que precisará haver uma troca, que é boa para todos: clube, jogadores e treinador. Mas ainda não é o momento", completou.

O Real Madrid foi eliminado da Copa do Rei nas quartas de final e está praticamente fora da briga pelo título do Campeonato Espanhol - atualmente, ocupa a quarta colocação, com 42 pontos, a 17 de distância do líder Barcelona. A expectativa na temporada fica em torno da busca pelo tricampeonato consecutivo da Liga dos Campeões.

O time de Cristiano Ronaldo vem de vitória por 3 a 1 sobre o PSG, em casa, no jogo de ida pelas oitavas de final da competição e agora pode perder o duelo de volta por um gol de diferença que avança. A partida decisiva acontecerá no dia 6 de março em Paris.

"Prefiro pensar apenas no dia a dia. O que me interessa é o que estamos fazendo. Não quero falar sobre o futuro, não me interessa. Outro dia ganhamos e fizemos um bom jogo, mas é só um jogo e sabemos que haverá a volta. Antes disso, temos que pensar nas cinco rodadas do Espanhol que são muito importantes", comentou.

O Real Madrid visita o Betis neste domingo pela 24.ª rodada do Espanhol. O objetivo da equipe é se manter entre os quatro melhores da competição e assim ter vaga garantida na Liga dos Campeões da próxima temporada.

"Vamos enfrentar uma equipe forte quando atua em seu estádio. Sabemos da dificuldade da partida, mas temos que mostrar nossas armas. Queremos jogar bem e fazer um grande jogo. E é o que vamos fazer", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.