Zidane e Kaká brilham em jogo beneficente pelo Haiti em Lisboa

Zinedine Zidane e Kaká lideraram nesta segunda-feira um time de estrelas contra jogadores atuais e antigos do Benfica de Portugal, em um jogo para arrecadar fundos para ajudar as vítimas do terremoto que devastou o Haiti.

REUTERS

25 de janeiro de 2010 | 21h46

Zidane, que é embaixador da boa vontade da Organização das Nações Unidas (ONU), jogou junto a Kaká, Rafael Márquez, Luis Figo, Rui Costa, Thierry Henry, Pavel Nedved e Edgar Davids no estádio Luz, do Benfica, diante de 65 mil torcedores.

"As pessoas fizeram algo maravilhoso vindo ao estádio. Estou muito contente de que podemos fazer algo para ajudar", disse o ex-capitão da seleção francesa de futebol após um empate por 3 x 3.

"Essa é uma causa muito boa, por isso há tantos jogadores. O futebol está com os haitianos", disse o técnico do Bayern de Munique, Louis van Gaal, que esteve no banco de reservas do time das estrelas.

O forte terremoto de 12 de janeiro deve ter matado até 200 mil pessoas, segundo estimativas do governo haitiano, e centenas de milhares ficaram feridas e sem suas casas.

Depois de um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do tremor, o ex-astro português Eusebio deu o chute inicial do jogo, que foi conduzido pelo ex-árbitro Pierluigi Collina.

Kaká abriu o placar para a equipe das estrelas, antes que Nuno Gomes marcasse duas vezes para o time local.

Zidane deu um passo para Robert Pires, que igualou em 2 x 2 antes de Eder Luis voltar a colocar o Benfica em vantagem.

O francês Christophe Dugarry marcou o último gol da noite perto do fim da partida.

(Reportagem de Shrikesh Laxmidas)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTHAITIZIDANEKAKA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.