Peter Schols/Reuters - 9/7/2006
Peter Schols/Reuters - 9/7/2006

Zidane e Materazzi negam que tenham feito as pazes em um hotel na Itália

Ex-jogador Francês afirma que achou que atleta italiano fosse um fã e por isso o cumprimentou

estadão.com.br,

05 de novembro de 2010 | 12h13

Um dia depois de o jornal espanhol Marca publicar que Zidane e Materazzi haviam feito as pazes, os dois negaram a notícia. Os dois tem uma desavença desde a final da Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, quando Zidane acertou uma cabeçada no peito de Materazzi e foi expulso na prorrogação da partida. Na decisão por pênaltis, a seleção italiana ganhou e levantou a taça.

De acordo com o jornal italiano La Gazzetta dello Sport, Zidane afirmou que não reconheceu Materazzi quando o encontrou em um hotel em Milão, na Itália. "Pensei que era um fã. Somente quando apertamos a mão é que eu percebi que era ele", declarou.

O zagueiro da Inter de Milão estava no local para um encontro com José Mourinho, seu ex-técnico, atualmente no Real Madrid. O francês hoje é dirigente do clube espanhol.

Materazzi, em entrevista ao diário italiano La Repubblica, também negou um suposto abraço entre ambos noticiado pelo Marca. "Certamente não houve", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
ZidaneMaterazzifutebolCopa 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.