Stringer/Reuters
Stringer/Reuters

Zidane é nomeado embaixador da candidatura do Catar para Copa

'Quando penso em todos os jovens no Oriente Médio, o que está faltando é um evento como a Copa do Mundo', disse o francês

REUTERS

17 de setembro de 2010 | 13h19

O ex-meia da seleção francesa Zinedine Zidane foi nomeado embaixador da candidatura do Catar para organizar a Copa do Mundo de 2022, anunciou o comitê da candidatura do país do Golfo Árabe.

A proposta do Catar é uma das nove para o Mundial, mas seus principais concorrentes devem ser Austrália, Japão, Coreia do Sul e os Estados Unidos.

"O futebol é para todo mundo", disse Zidane em comunicado. "Quando penso em todos os jovens no Oriente Médio, o que está faltando é um evento como a Copa do Mundo."

"Tivemos (a Copa do Mundo de 2010) na África e agora está na hora do Oriente Médio."

É quase certo que uma das quatro candidaturas europeias, entre Inglaterra, Rússia, Espanha/Portugal e Bélgica/Holanda seja escolhida como anfitriã da Copa do Mundo de 2018. Isso significaria que um país fora da Europa sediaria o Mundial de 2022.

O Catar seria o menor país a sediar uma Copa do Mundo desde que o Uruguai realizou o torneio inaugural em 1930.

O chefe da equipe de inspeção da Fifa sugeriu na quinta-feira que o tamanho do país do Golfo Árabe seria um fator determinante para que não fosse escolhido, e não o fato de ser um país quente no verão ou um Estado islâmico.

A Fifa anunciará as sedes para os torneios de 2018 e 2022 em Zurique no dia 2 de dezembro.

(Reportagem de Raissa Kasolowsky)

Tudo o que sabemos sobre:
futebolZidaneCatarCopa 2022

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.