Zidane é quarto jogador a marcar gols em duas finais de Copa

Embora tenha deixado uma péssima imagem final, com sua expulsão no segundo tempo da prorrogação, o gol de pênalti marcado aos 6 minutos do primeiro tempo da decisão contra a Itália deu a Zinedine Zidane mais um lugar na história das Copas do Mundo: ele é o quarto jogador a marcar gols em duas finais, juntando-se a uma seleta galeria que conta ainda com os brasileiros Vavá e Pelé e o alemão Breitner.Em 1998, na decisão contra o Brasil, no Stade de France, em Saint-Denis, Zidane marcou de cabeça os dois primeiros gols da vitória francesa por 3 a 0. Desta vez, contra a Itália, em Berlim, ele aproveitou um pênalti cometido por Materazzi em Malouda, no início da partida.Vavá e Pelé fizeram dois gols cada na final de 1958, contra a Suécia, quando o Brasil venceu por 5 a 2. Quatro anos depois, no bi brasileiro, Vavá fez um gol na vitória por 3 a 1 sobre a Checoslováquia. Pelé, contundido, não atuou nessa partida, mas deixou sua marca em 1970, com o primeiro gol na goleada por 4 a 1 sobre a Itália.Paul Breitner abriu o caminho para o segundo título da então Alemanha Ocidental ao marcar, de pênalti, o gol de empate na decisão contra a Holanda, em 1974, em Munique - Gerd Müller definiria a vitória por 2 a 1 ainda no primeiro tempo. Em 1982, em Madri, na Espanha, ele não saiu tão feliz, mas anotou o gol de honra alemão na derrota para a Itália, por 3 a 1.Atualizada às 18h15

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.