AFP/Michael Buholzer
AFP/Michael Buholzer

Zidane elogia Ancelotti, mas exibe confiança em vitória do Real em Munique

Dupla trabalhou junta no próprio clube espanhol, quando o francês era auxiliar

O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2017 | 17h14

O duelo entre Bayern de Munique e Real Madrid, nesta quarta-feira, vai marcar o reencontro entre Carlo Ancelotti e Zinedine Zidane, no duelo das quartas de final da Liga dos Campeões. Os dois trabalharam juntos no comando do próprio Real, quando Zidane era o auxiliar de Ancelotti. Mas, desta vez, eles estarão em lados opostos no Allianz Arena. E, para o atual técnico do time espanhol, a parceria não deve influir no resultado de quarta.

"Eu conheço o Carlos e ele me conhece, mas isso não significa nada. O jogo de amanhã será um confronto entre duas grandes equipes, não será eu contra Carlos", comentou Zidane, nesta terça-feira. "Estamos vindo bem na competição até agora e vamos tentar manter este ritmo amanhã e buscar a vitória."

O treinador acredita que há muitas diferença entre o jogo desta quarta e a última partida disputada entre eles em Munique pela Liga dos Campeões. Em 2014, o Real goleou o time alemão por 4 a 0 e avançou de fase. Na época, Ancelotti era o treinador do clube espanhol e Zidane, seu auxiliar.

"Acho que o nosso time está melhor do que era em 214. Mas temos que provar isso em campo. O que aconteceu há três anos foi maravilhoso. Mas amanhã o jogo é completamente diferente, e entre dois times diferentes", declarou Zidane.

O treinador mantém a confiança na vitória fora de casa. "Não tenho medo de nada. Temos que fazer o nosso jogo. Estou mais preocupado com o que vamos fazer em campo, do que com o que o Bayern fará. Respeitamos todos os nossos adversários e este é um rival muito bom", alertou o técnico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.