Emilio Naranjo/Efe
Emilio Naranjo/Efe

Zidane elogia Hazard e aumenta expectativa pela contratação do meia do Chelsea

Técnico do Real define belga como 'fantástico' e se esquiva de comentar sobre possível compra do meia

Redação, Estadão Conteúdo

05 de abril de 2019 | 12h06

O técnico do Real Madrid, o francês Zinedine Zidane, esquentou mais uma vez as especulações sobre a contratação do meia Eden Hazard, do Chelsea, para a próxima temporada ao elogiar o belga nesta sexta-feira. O comandante do time de Madri, no entanto, fez questão de não criar qualquer expectativa até a janela de transferências do verão europeu, que será aberta em julho.

"Não posso dar minha opinião pessoal sobre o que pode acontecer porque a temporada não terminou, mas sempre o apreciei, o vejo jogar desde que estava na França. É um jogador fantástico", disse Zidane em entrevista coletiva na véspera do jogo contra o Eibar, no estádio Santiago Bernabéu, em Madri, pela 31.ª rodada do Campeonato Espanhol.

As especulações sobre a saída de Hazard do Chelsea acontecem desde o final do ano passado, quando se aventou a possibilidade de o belga ser negociado na janela de transferências de janeiro. O técnico do clube inglês, o italiano Maurizio Sarri, teve que responder diversas vezes desde então sobre o assunto.

O Real Madrid não tem mais qualquer chance de título nesta temporada, já que foi eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa e nas semifinais da Copa do Rei e está em terceiro lugar no Campeonato Espanhol, com 13 pontos a menos que o líder Barcelona.

Por isso, a expectativa é que a diretoria do clube de Madri comece a montar as peças para a próxima temporada, com Zidane refazendo o trabalho desde o início. "A necessidade deste clube é voltar a ganhar, fazer coisas grandes. Estou aqui para isso. Aceitamos as dificuldades, que vão menos pessoas ao estádio. Não me importo agora, falo com convicção. Faltam oito partidas (para o fim da temporada) e vamos acabar bem com esses jogadores", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.