Zidane entrará em conselho de investimentos da Danone

Ex-meio-campista francês fará parte de um grupo que decidirá sobre investimentos em países pobres

EFE

27 de fevereiro de 2008 | 11h31

O ex-jogador francês Zinedine Zidane entrará no Conselho de Administração do fundo de investimento solidário da Danone, que trabalhará para o financiamento de produtos industriais em países pobres através de microcréditos, publicou nesta quarta o jornal Les Echos. O craque francês é embaixador da mesma empresa há dois anos em programas para a construção de orfanatos, melhora da educação na nutrição e aumento nos atendimentos médicos para as crianças nos países mais desfavorecidos do planeta. No próximo dia 30 de março será constituído o Conselho de Administração da Danone Communities no qual Zidane terá a companhia da ex-ministra de Assuntos Indígenas do México, Xóchitl Gálvez. Em 2007, a Danone, em associação com o especialista em microcréditos e vencedor do Nobel da Paz Mohammed Yunus, criou uma fábrica em Bangladesh para produzir três mil toneladas de iogurtes por ano. Zidane também uniu seu nome a outras iniciativas de caráter filantrópico.

Tudo o que sabemos sobre:
Zinedine ZidanenegóciosDanone

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.