PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP
PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP

Zidane garante seriedade do Real contra o Brugge: 'Jogamos pela nossa imagem'

Time espanhol já está classificado, mas não irá 'tirar o pé' ou se poupar na partida, promete o treinador

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de dezembro de 2019 | 18h35

O fato de o Real Madrid já estar classificado para as oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa não tira a importância da partida contra o Brugge, na Bélgica, nesta quarta-feira, às 17 horas (de Brasília), pela sexta e última rodada da fase de grupos. Ao menos é o que pensa o técnico francês Zinedine Zidane.

Na entrevista coletiva prévia à partida, o treinador classificou o jogo como amistoso, mas disse que seus comandados tratarão o duelo com seriedade. A equipe espanhola é a vice-líder do Grupo A, com oito pontos, e o Brugge, terceiro colocado com três, busca a vitória para ir à Liga Europa.

"A mensagem é sempre a mesma e queremos fazer um bom jogo. Nada mais. Eu não gosto de amistosos. É um jogo da Liga dos Campeões e jogamos pela nossa imagem", afirmou Zidane. "Sempre queremos jogar um bom futebol e continuar com nossa boa dinâmica e sequência. Não por causa do resultado, que é uma consequência do nosso bom jogo, mas queremos jogar bem e fazer as coisas bem. Se não pensarmos assim, iremos mal", continuou.

O clássico contra o Barcelona novamente foi assunto na entrevista coletiva de Zinedine Zidane nesta terça-feira. O jogo foi remarcado para o próximo dia 18, quarta-feira, em razão da série de protestos na Catalunha que pedem a independência da região.

Zidane desconversou sobre o clássico, dizendo que seu grupo está focado no confronto diante do Brugge. "Não sei nada sobre o clássico e o que me interessa é o jogo de amanhã (quarta-feira). É a única coisa que está em nossas cabeças. O resto virá e teremos tempo para conversar sobre isso", declarou o treinador. Ele não comentou sobre os protestos e a conotação política das manifestações. Apenas afirmou que nada o amedrontava quando estava em campo", disse.

"Há coisas que você não pode controlar. A única coisa que podemos controlar é o futebol. Há muitas opiniões e eu não me meto", pontuou. "No campo, nunca senti medo. Quando o jogo começa nunca tive medo de jogar", garantiu Zidane.

Para Entender

Programação de tv

Veja as principais atrações esportivas do dia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.