Paul White/AP
Paul White/AP

Zidane minimiza ausência de Neymar: 'Haverá outro jogador muito motivado'

Real Madrid visita o PSG nesta terça-feira no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões

Estadão Conteúdo

05 Março 2018 | 17h58

O técnico Zinedine Zidane minimizou nesta segunda-feira a ausência de Neymar no duelo do Real Madrid contra o Paris Saint-Germain, terça-feira, às 16h45, no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões.

+ Técnico do PSG mantém confiança: 'É hora de dar um passo à frente'

+ Daniel Alves diz que PSG não pode relaxar e cobra empenho por vaga

"É um jogador excepcional (Neymar), mas para a gente não muda nada porque haverá outro atleta muito motivado, que buscará fazer uma grande partida. Em relação a motivação, não muda também porque haverá um rival muito competitivo e com grandes jogadores", afirmou.

O capitão do Real, Sergio Ramos, também falou sobre o desfalque do craque brasileiro e alertou que seu provável substituto, o atacante Di María, pode contribuir até mais para o PSG. "Neymar é um jogador diferenciado. Sempre que ele joga é preciso estar alerta. Temos sofrido com ele nos últimos anos. Mas o se entrar o Di María também não vai mudar nada. Di María é um jogador que ajuda mais defensivamente e pode fazer um trabalho mais completo", afirmou.

A coletiva do técnico e do capitão da equipe madrilenha aconteceu na sala de imprensa do estádio Parque dos Príncipes, em Paris, palco da partida decisiva entre as equipes. As entrevista aconteceram antes do treino de reconhecimento do gramado, que teve apenas 15 minutos abertos os jornalistas.

O Real Madrid venceu a partida de ida por 3 a 1 e pode até perder por um gol de diferença que avança para as quartas de final da competição. Zidane também aproveitou o retorno à França, sua terra natal, para brincar com a rivalidade que tem com o Paris Saint-Germain.

"Aqui é Paris. E eu sou de Marselha (risos). Sempre é um prazer voltar para a França. Não venho muito para cá e é especial. Mas viemos para jogar uma partida de futebol com o Real Madrid. Vamos fazer uma grande partida, contra uma grande equipe. Espero que seja um grande jogo", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.