Javier Soriano/AFP
Javier Soriano/AFP

Zidane não assegura permanência no Real Madrid: 'Ninguém sabe o que vai ocorrer'

Técnico tem contrato com o clube até 2022, mas afirma focar antes nos jogos finais da temporada 2019-20

Redação, Estadão Conteúdo

18 de julho de 2020 | 14h23

Um dos grandes responsáveis pela conquista do Campeonato Espanhol pelo Real Madrid, confirmada na última quinta-feira com a vitória por 2 a 1 sobre o Villarreal, o técnico Zinedine Zidane afirmou que se sente motivado e feliz no comando da equipe madrilenha, mas evitou assegurar a permanência na próxima temporada.

Zidane tem contrato até 2022 e se mostrou contente no Real Madrid, especialmente após mais um título, o seu 11º como treinador da equipe madrilenha - ele é o segundo técnico mais vitorioso da história do clube. No entanto, o francês não garantiu que continuará no cargo na próxima temporada.

"Ninguém sabe o vai acontecer. Tenho contrato, gostaria de ficar aqui, mas nunca se sabe o que vai ocorrer no futebol. Aqui se muda de um dia para o outro, não sei o que vai acontecer no futuro. Estou aqui, desfrutando, vamos ver até quando", disse o treinador em entrevista coletiva neste sábado, véspera do duelo contra o Leganés, pela última rodada do Campeonato Espanhol.

Zidane não quer falar sobre o seu futuro neste momento principalmente porque a temporada ainda não terminou. "Ainda falta o jogo de amanhã e a Liga dos Campeões. Temos ainda uma competição pela frente, não vou falar da próxima temporada enquanto esta não terminar. As coisas são feitas aos poucos", ponderou.

Multicampeão pelo Real Madrid como jogador e técnico, Zidane retornou ao comando da equipe em março do ano passado para dar início à sua segunda passagem como treinador do clube merengue, que à época passava por um momento conturbado. Antes, o treinador francês dirigiu a equipe entre 2016 e 2018, ano em que decidiu sair após ganhar três edições da Ligas dos Campeões.

Nesta temporada, o time madrilenho disputou 49 jogos oficiais sob seu comando, com 32 vitórias, 11 empates e seis derrotas. Além da Liga Espanhola, o técnico também faturou a Supercopa da Espanha neste ano.

Depois do encerramento da liga espanhola, os jogadores terão um período para descansar e retornarão aos treinos com o foco na Liga dos Campeões. O Real está nas oitavas de final e tem compromisso com o Manchester City marcado para o dia 7 de agosto, na Inglaterra. Como perdeu por 2 a 1 o jogo de ida, em casa, o time espanhol precisa de uma vitória por dois gols de diferença para avançar às quartas.

"Sabemos que é muito complicado, como foi na ida. Isso não vai mudar, mas vamos lutar até o último segundo do jogo. Com isso vocês não têm que se preocupar", analisou Zidane.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.