Fernando Alvarado/EFE
Fernando Alvarado/EFE

Zidane nega boatos e garante que Real não precisa de reforços

Técnico garante que clube de Madri está bem servido de jogadores

Estadão Conteúdo

23 de janeiro de 2016 | 13h36

A punição imposta ao Real Madrid e ao Atlético de Madrid, que ficarão impossibilitados de contratar jogadores nas duas próximas janelas de transferências, veio em boa hora para a imprensa europeia, especialmente a espanhola. Sob o argumento de que o Real tem até o dia 31 de janeiro para contratar antes de a proibição passar a valer, não cessam as manchetes de que o clube está atrás deste ou daquele reforço. O técnico Zinedine Zidane, entretanto, nega todo e qualquer boato.

"Não é necessário reforçar o elenco. Estou muito contente com o elenco que tenho e já jogadores que têm que ficar fora da convocação. Estou contente com meu elenco e não vou buscar fora o que já temos dentro", garantiu o treinador, neste sábado, em entrevista negativa, negando também que o clube pretenda negociar James Rodríguez ou Nacho.

O jornal Marca, por exemplo, estampa na capa neste sábado que o Real Madrid já acertou a contratação do jovem meia uruguaio Bentancur, do Boca Juniors, e negocia para contar com Io meia Leroy Sané, do Schalke 04, e o lateral Ricardo Rodríguez, do Wolfsburg. O principal jornal esportivo da Espanha, entretanto, argumenta que o Real não quer contratar ninguém até o fim da janela, em 31 de janeiro, para não dar à Fifa a impressão de que não confia que possa vencer o recurso que interpelou contra a punição.

O francês L''Équipe, também neste sábado, assegura que o Real Madrid vai oferecer 100 milhões de euros para tirar o polonês Lewandowski do Bayern de Munique. Na sexta, o Marca publicou que o clube merengue está disposta a gastar 190 milhões de euros, valor da multa contratual, e contratar Neymar. Além deles, o argentino Paulo Dybala da Juventus também foi especulado. Desta vez quem soltou o boato foi o programa esportivo Jugones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.