Fabian Bimmer|Reuters
Fabian Bimmer|Reuters

Zidane pede calma ao Real após derrota para o Wolfsburg

Equipe madrilenha terá difícil missão de reverter 2 a 0 na Espanha

Estadão Conteúdo

06 de abril de 2016 | 19h52

O técnico Zinedine Zidane tentou não demonstrar preocupação com a derrota do Real Madrid para o Wolfsburg, nesta quarta-feira, por 2 a 0, na partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. "O que temos que fazer é ficar tranquilos. Não vou enlouquecer, os jogadores tampouco", disse o treinador.

O Real Madrid sequer havia sofrido gols na competição e, ao ser batido duas vezes na Alemanha, colocou em risco seu caminho rumo às semifinais da competição. Zidane, entretanto, acredita que a equipe pode reverter o cenário na volta, terça-feira, em Madri.

"Estamos doloridos porque perder sempre dói, mas temos a oportunidade de mudar isso. Sendo o Real Madrid podemos virar no Bernabéu com nossa torcida", aposta o treinador, que acredita que a derrota foi causada por início ruim. "Não começamos a partida com a intensidade necessário para uma partida da Liga dos Campeões", reclamou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.