Oscar del Pozo / AFP
Oscar del Pozo / AFP

Zidane reitera apoio de presidente e promete 'mudar a situação' do Real Madrid

Treinador assume a culpa pela eliminação para o Leganés na Copa do Rei

Estadão Conteúdo

26 Janeiro 2018 | 12h34

Dois dias após a queda do Real Madrid na Copa do Rei, o técnico Zinedine Zidane reiterou nesta sexta-feira que conta com o apoio total do presidente Florentino Pérez, admitiu que os jogadores do time ainda estão decepcionados pela eliminação recente, mas garantiu que manterá o planejamento da equipe para o restante da temporada europeia.

+ Barcelona vai enfrentar Valencia na semifinal da Copa do Rei

+ Real Madrid só vai liberar Cristiano Ronaldo se contratar Neymar, diz jornal

"Falei com o presidente e vou seguir com o mesmo sonho e pensando que vamos fazer uma boa partida amanhã", disse Zidane, referindo-se ao duelo contra o Valencia, neste sábado, em rodada do Campeonato Espanhol. "Tenho o apoio do clube, do presidente e do elenco", assegurou.

Zidane admitiu a culpa pela derrota para o Leganés, na quarta-feira - o resultado eliminou o Real nas quartas de final da Copa do Rei. E disse aceitar as críticas que vem recebendo nos últimos dias. "Não posso estar contente com estas críticas, mas isso é normal quando não se consegue bons resultados. Aceito-as, mas isso não vai me impedir de fazer o meu trabalho como acredito que devo fazê-lo."

Sem entrar em detalhes, o técnico pregou mudanças na equipe. "Vamos trabalhar para mudar a nossa situação e ganhar os jogos. Amanhã teremos a oportunidade de fazer isso e estou convencido de que vamos mudar a situação. E os jogadores também estão convencidos disso", declarou.

Zidane avisou que alterações podem acontecer na equipe após o jogo deste sábado, fora de casa. "Vamos ver o que acontece, se teremos que mudar as coisas ou não. Não se decide isso agora", afirmou. "Mas [esta fase] muda rápido e podemos dar a volta por cima se formos positivos."

A queda na Copa do Rei agravou o clima no Real Madrid, que já vinha sendo alvo de críticas por parte da torcida em razão da fraca campanha no Campeonato Espanhol. O time tem chances remotas de brigar pelo título, que deve ficar com o rival Barcelona. Além disso, o Real terá pela frente nas oitavas de final da Liga dos Campeões o embalado Paris Saint-Germain. Uma nova eliminação pode complicar a situação de Zidane no clube madrilenho.

CRISTIANO RONALDO

Para o jogo deste sábado, o treinador terá o retorno de Cristiano Ronaldo. O português ficou de fora da partida contra o Leganés porque se recuperava de corte no rosto, sofrido no fim de semana, em rodada do Espanhol. Segundo Zidane, o atacante está bem fisicamente, treinou com os demais companheiros nesta sexta e deve jogar normalmente neste fim de semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.