AP
AP

Zidane vê Cristiano Ronaldo irritado com má fase, mas prevê nova Bola de Ouro

'Ele quer fazer gols e isso é normal', afirma treinador

Estadão Conteúdo

28 Outubro 2016 | 15h28

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, admitiu nesta sexta-feira que Cristiano Ronaldo está irritado com a má fase vivida neste início de temporada europeia. Mas reiterou que o atacante português merece ganhar a Bola de Ouro pela quarta vez na carreira, em razão das suas atuações no primeiro semestre com a camisa do Real e da seleção portuguesa, campeão da Eurocopa.

"Irritado pode ser, é normal, mas ele não está ansioso", disse Zidane, ao ser questionado sobre o estado emocional do atacante português. "Ele quer fazer gols e isso é normal. Ele é único por tudo que tem feito. Colocou seu nível tão alto que cada vez que não faz gol... [recebe críticas]. Mas tem que conviver com estas coisas. Ele é um fenômeno."

Líder da seleção portuguesa no título da Eurocopa, Cristiano Ronaldo faz um início de temporada europeia em dificuldade, principalmente pela lesão que sofreu na competição de seleções. Em nove jogos disputados pelo Real na temporada, marcou quatro gols, média baixa para seu currículo vencedor. Assim, faz seu pior início de temporada desde que chegou ao clube espanhol, em 2009.

Nada disso, porém, deve afastar o jogador da Bola de Ouro, na opinião de Zidane. "Ele merece claramente a Bola de Ouro. Ele sabe perfeitamente que tudo que está fazendo é com seu trabalho e com todos que estão ao seu redor", disse, ao elogiar o desempenho coletivo do atacante.

LESÃO DE CASEMIRO

Questionado sobre o retorno do volante brasileiro, Zidane voltou a economizar nas informações. Disse apenas que o jogador está voltando aos poucos aos treinos, assim como Modric e Sérgio Ramos. "Os três estão voltando aos poucos ao gramado. Sérgio começou a treinar há apenas dois dias e temos que dar tempo. O mesmo acontece com Casemiro, indo devagar", declarou o treinador do Real Madrid.

Apesar de estar afastado por lesão, o volante brasileiro foi convocado pelo técnico Tite para defender a seleção brasileira nas duas próximas rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo, contra Argentina e Peru, nos dias 10 e 15 de novembro. A convocação incomodou Zidane, que afirmou publicamente que Casemiro ainda não estava pronto para voltar aos gramados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.