Oscar del Pozo/Reuters
Oscar del Pozo/Reuters

Zinedine Zidane aponta para um futuro incerto no comando do Real Madrid

Técnico francês indica possível saída do cargo enquanto tenta fazer time reagir no Campeonato Espanhol

Redação, Estadão Conteúdo

08 de fevereiro de 2021 | 15h01

Zinedine Zidane apontou, nesta segunda-feira, para um futuro incerto no comando do Real Madrid, em entrevista coletiva, na véspera do jogo com o Getafe pelo Campeonato Espanhol. O treinador afirmou se sentir "apoiado por todos" no clube, mas que só pensa "nele dia a dia".

"Estou fazendo o que gosto. Por qual motivo vou desistir?", disse o francês, ao ser perguntado mais uma vez sobre a possibilidade de deixar a direção do time espanhol. "Tem momentos complicados em que você fica um pouco chateado, é assim a vida de um ser humano, mas vamos lutar, podemos fazer coisas boas com o time que temos. Real Madrid é um grande clube que sempre tem que competir. Sempre haverá mudanças aqui."

Sempre sorridente, ao contrário da semana passada, quando chegou a responder de forma rígida as questões, Zidane comentou a possibilidade de sair. "Vivo o dia a dia, o agora, o jogo de amanhã (terça-feira) é o que me interessa. Do resto, como não sei o que vai acontecer, não vejo além do próximo jogo que é onde nós temos a mente."

O treinador reconheceu que não sente falta de apoio por parte da diretoria do clube nos maus resultados. "Nós estamos no mesmo barco aqui, sinto-me apoiado por todos. Afinal, no futebol sabemos o que nós temos que fazer. Temos que voltar a fazer as coisas certas como há pouco tempo. Em uma temporada há dificuldades, você tem que aceitar quando as coisas estão difíceis e se recuperar, é o que a gente quer fazer, mudar a situação. Temos um time com jogadores importantes que são muito bons e ganharam muito aqui. Isso não deve impedir você de trabalhar duro."

Em terceiro lugar no Campeonato Espanhol, com 43 pontos, ao lado do rival Barcelona, e a sete do líder Atlético de Madrid, que joga nesta segunda-feira, o Real é o atual campeão nacional e está classificado para as oitavas de final da Liga dos Campeões, competição na qual vai enfrentar a Atalanta em 24 de fevereiro e 16 de março.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.