Zinho anuncia sua saída do Flamengo

"O Flamengo é e será sempre meu time do coração. Eu era um jogador-torcedor. Agora, serei somente um torcedor do Flamengo." Foi assim que Zinho definiu a nova etapa de seu relacionamento com o Rubro-Negro, iniciada após o Fla-Flu de domingo. O meia entendeu que seu ciclo como jogador do clube está encerrado. Ele não quis adiantar seu destino, mas deve atuar no Nova Iguaçu, clube da Segunda Divisão do Rio e do qual é um dos proprietários.Após reunião com a direção do futebol do Flamengo, em que acertou o fim de seu vínculo contratual com o clube, Zinho disse quais os motivos que o levaram a tomar a decisão. "Eu não fui utilizado no Campeonato Estadual. Então, dificilmente seria usado no Brasileiro. Com isto, perdi a motivação para acordar pela manhã e treinar, não estava feliz. Queria encerrar a carreira como jogador no Flamengo, mas não aconteceu. Tenho uma história muito bonita no Flamengo, foram 16 anos aqui. Preferi sair assim, pela porta da frente." Zinho não descartou a possibilidade de vir a trabalhar no Flamengo em outra função - como assistente-técnico, gerente de futebol ou cargo similar. Ele encerrou a passagem pela Gávea após 467 jogos e 60 gols. Ganhou uma Copa do Brasil (1990), dois títulos brasileiros (1987 e 1992) e três títulos estaduais (1986, 1991 e 2004).Reforço - O atacante Obina, destaque do Vitória-BA em 2004, se apresentou ao Flamengo nesta segunda-feira à tarde, prometendo muitos gols no Campeonato Brasileiro.

Agencia Estado,

04 de abril de 2005 | 19h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.