Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Zinho avisa que Santos não deve contratar até a Copa do Mundo

Gerente de futebol do clube explica que está satisfeito com o atual elenco santista

Sanches Filho, Agência Estado

10 de fevereiro de 2014 | 15h38

SANTOS - A apresentação do meia Lucas Lima pelo Santos, nesta segunda-feira, deve ter sido a última de um reforço no clube até a paralisação do futebol nacional para a disputa da Copa do Mundo. Ao menos foi o que garantiu o gerente de futebol Zinho, explicando que está satisfeito com o atual elenco, comandado pelo técnico Oswaldo de Oliveira, mesmo que a diretoria siga monitorando o mercado.

"Para esse Campeonato Paulista e para a Copa do Brasil, temos um elenco de qualidade, mas não deixamos de mapear o mercado. Estamos olhando os campeonatos. No dia a dia a gente vê as carências do elenco. Infelizmente perdemos o Dracena, mas ele está se empenhando para voltar", disse Zinho.

"As questões financeiras atrapalham muito. De repente a gente nem contrata um novo zagueiro ou volante. Mas em um cenário negativo. Não descartamos uma contratação, mas não é a prioridade, vamos com o elenco até a Copa do Mundo", completou o dirigente santista.

A zaga é considerada a principal carência do elenco santista, principalmente após perder o capitão Edu Dracena, com uma grave lesão no joelho esquerdo. Assim, o time conta, no momento, apenas com Gustavo Henrique, Neto e Jubal, além de Vinicius Saimon e David Braz.

Zinho garante que os dois últimos podem ser úteis ao Santos. "Tivemos o retorno do Vinicius e do David Braz, que tá dando uma resposta muito boa no elenco. Ouvi coisas ruins, mas estou muito satisfeito com ele. Não há desespero para contratação", afirmou.

O dirigente santista também explicou que o clube segue interessado em assegurar a permanência de Cícero, com a ampliação do seu contrato. "O Cícero tem contrato até o final do ano. O clube entende que é um jogador que pretende permanecer com ele até o fim do contrato. Já houve uma conversa para a renovação de contrato. É um dos melhores meio campistas do futebol brasileiro. Não existe nenhum pendência com o atleta, mas sim uma conversa para renovação", disse.

Zinho também garantiu que o Santos não recebeu nenhuma proposta oficial para negociar Cícero. "Como teve uma proposta oficial pelo Montillo, não apareceu para o Cícero. Tem um contrato que vai até o final do ano e tem uma multa. Se chegar alguém e pagar a multa, infelizmente ele vai embora", comentou.

Para a temporada 2014, o Santos se reforçou com os atacantes Leandro Damião e Rildo, além do meia Lucas Lima. E o time faz um bom início de temporada, tanto que lidera o Grupo C do Campeonato Paulista, com 16 pontos somados em seis jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.