Zinho é anunciado como o novo técnico do Miami FC

Tetracampeão mundial nos EUA já atuava como auxiliar técnico do antigo treinador do clube, Victor Pastora

05 de outubro de 2007 | 21h38

O Miami FC anunciou nesta sexta-feira que o brasileiro Zinho - tetracampeão mundial na Copa de 1994 - é seu novo técnico. O brasileiro atuava como auxiliar técnico do ex-treinador Victor Pastora antes de assumir a vaga. A equipe norte-americana ficou conhecida dos brasileiros em 2006, quando o atacante Romário (ex-companheiro de Zinho no Mundial dos Estados Unidos) jogou por lá. "Eu estou muito feliz de ter conseguido chegar a um acordo com o clube e pela confiança que o Miami FC depositou em mim", afirmou o ex-meia do Flamengo e do Palmeiras (time pelos quais mais se destacou como jogador). "Este é o momento para o Miami pensar grande. Não estou aqui apenas pala levar o time aos playoffs. Meu objetivo é o título da USL [liga secundária do futebol norte-americano]", acrescentou. O acordo entre o clube e Zinho se arrastou por três meses, quando o Miami FC recontratou o brasileiro Chiquinho de Assis, como 'desenvolvedor' de jogadores. Assis já havia sido técnico da equipe por quase dois anos. "A escolha de Zinho como novo treinador do Miami foi a mais natural, pois ele já vinha trabalhando como auxiliar e sempre mostrou um grande carinho pelo clube e por nossos torcedores. Junto com Chiquinho, eles farão um ótimo trabalho", explicou o presidente do Miami FC, Aaron Davidson. Ele sempre tenta ser o melhor no que faz. Como jogador, Zinho sempre esteve comprometido com o grupo, era disciplinado como nenhum outro atleta que eu já conheci, principalmente alguém com a habilidade que ele tinha. Acho que não há outra pessoa que tenha um ponto de vista tático tão bom quanto o dele, e isso será perfeito para sua carreira de técnico", comentou o treinador da seleção brasileira, Dunga.

Tudo o que sabemos sobre:
ZinhoMiami FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.