Zinho pode ganhar lugar de Pedrinho

Nada como um gol de placa para trazer a tranqüilidade de volta. O meia Zinho, hostilizado pelos torcedores no clássico com o Corinthians, estava arrasado com tantas críticas, mas, na noite de ontem, conseguiu a redenção e, como recompensa, deverá recuperar a vaga de titular no meio-de-campo do Palmeiras. ?Estou melhorando meu rendimento individual e utilizando isso para o conjunto?, disse o jogador, que acredita ter sido injustiçado pela torcida. ?Fui humilde e aceitei a opção do Jair de me tirar do time quando ninguém estava indo bem.? Zinho entrou pouco antes da metade do segundo tempo do confronto com o Criciúma e fez o gol que garantiu ao Palmeiras o empate por 1 a 1, pela Copa do Brasil. ?Foi um gol bonito?, limitou-se a dizer. Com um toque sutil, deixou o goleiro Fabiano e um zagueiro adversário sentados, antes de empurrar para o gol. O meia tem grande chance de ganhar o lugar de Pedrinho, que, mais uma vez, não jogou bem. ?Tivemos um melhor desempenho com a entrada do Zinho?, declarou o técnico Jair Picerni. O treinador não gostou da atuação de Pedrinho, que quase foi expulso. O veterano meia, de 35 anos, ainda não conseguiu ter uma boa seqüência de jogos na temporada. Muitos discutem sua condição física, embora, nos testes com os preparadores do Palmeiras, apresente boa forma. Vários conselheiros vinham pedindo ao presidente Mustafá Contursi a rescisão de seu contrato, que termina no fim do ano. Mas Zinho faz questão de dizer que não abandonará o clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.