COL Copa América Brasil 2019
COL Copa América Brasil 2019

Zizito é escolhido em eleição como nome da mascote da Copa América no Brasil

Nome da capivara é homenagem ao jogador Zizinho, que atuou na Copa América de 1919

Redação, Estadão Conteúdo

12 de abril de 2019 | 13h58

Com 65% dos votos de uma eleição popular, Zizito foi o nome escolhido para batizar a mascote da Copa América, que disputada no Brasil de 14 de junho a 7 de julho deste ano. Os torcedores que participaram das enquetes promovidas nos perfis @copaamerica no Facebook e Twitter, encerradas no início da tarde desta sexta-feira, optaram pelo nome que homenageia o ex-jogador brasileiro Zizinho, o mestre Ziza. Já a outra opção, Capibi, uma exaltação aos povos indígenas da América do Sul, conquistou 35% das escolhas.

Zizinho é até hoje o artilheiro máximo da Copa América com 17 gols, ao lado do argentino Norberto Méndez. Como na língua espanhola o sufixo "ito" é designado para a forma diminutiva, chegou-se ao nome Zizito, que agora oficialmente batiza a capivara, símbolo da 46.ª edição do torneio mais antigo de seleções do mundo.

"Para explicar aos mais jovens o que significou a grandeza do Zizinho na história do futebol, basta dizer que ele é o ídolo do Pelé. Os fãs de futebol do mundo inteiro, sem dúvida, fizeram uma excelente escolha, que tem tudo a ver com o futebol brasileiro, sul-americano e mundial. E foi uma opção difícil porque Capibi, uma homenagem aos indígenas, era outra excelente opção", festejou Thiago Jannuzzi, gerente geral de competição do Comitê Organizador Local da Copa América.

"O nome escolhido pelos fãs do futebol combina a paixão pelo futebol, a história da nossa Copa América, a alegria e nobreza da nossa mascote. O Zizito não será apenas a imagem da Copa América, mas também trará diversão, ternura e alegria aos torcedores que presenciarão um torneio único e histórico", comentou Hugo Figueredo, diretor de competições de seleções da Conmebol.

Para justificar a decisão de adotar a capivara para ser a mascote da competição, a Conmebol destacou, em nota oficial, que se inspirou na fauna sul-americana e destacou que este animal é considerado um dos "mais amigáveis e presentes no continente" e "é conhecida por ser a mais sociável e por conviver, pacificamente, com outras espécies ao seu redor".

Realizada em cinco sedes (Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo), a Copa América contará com 12 seleções. O Brasil vai estrear no dia 14 de junho, contra a Bolívia, às 21h30, no estádio do Morumbi, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.