AP
AP

Justin Wilson não resiste aos ferimentos e morre nos EUA

Piloto da Fórmula Indy sofreu grave acidente na prova de domingo

O Estado de S. Paulo

24 de agosto de 2015 | 22h28

O automobilismo mundial viveu mais um fim de semana trágico. O inglês Justin Wilson, piloto da Fórmula Indy, não resistiu aos ferimentos na cabeça e morreu nesta segunda-feira nos Estados Unidos. A noticícia foi confirmada pelos organizadores da competição.

Wilson, que corria pela equipe Andretti, sofreu um grave acidente na etapa de Pocono da Fórmula Indy neste domingo. Já na reta final da prova, o piloto Sage Karam chocou-se com o muro em alta velocidade. Com a força do impacto, uma peça do carro de Karam se soltou e atingiu em cheio a cabeça de Justin Wilson.

O piloto foi retirado imediamente da pista e foi levado de helicóptero. Seu estado já era grave. Nesta segunda-feira, o boletim médico divulgado à tarde já reafirmava que o estado de saúde continuava crítico. Wilson permanecia em coma. A morte de Wilson foi confirmada por volta das 22 horas (de Brasília).

"É um dia de tristeza monumental para a Fórmula Indy e a comunidade do automobilismo. A indústria do automobilismo é uma grande família, e nossos esforços agora serão em manternos focados em ajudar a família de Justin a suportar esse momento", afirmou o CEO da Indy Mark Miles.

Em comunicado divulgado, a família de Wilson confirmou a morte e lamentou a perda de “um pai carinhoso e um marido fiel, assim como um piloto muito competitivo e respeitado pelos companheiros”. Seu irmão, o também piloto Stefan Wilson, disse que é impossível descrever a sensação de perda após a morte. “Era meu irmão, meu melhor amigo.”


Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula IndyVelocidadeJustin Wilson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.